evolução do celular

Conheça como foi a evolução do celular ao longo do tempo!

Embora hoje o uso de celular por pessoas das mais diversas classes sociais, idades e nichos seja muito comum, isso corresponde, em verdade, a um fenômeno muito recente que remete ao início dos anos 2000, quando o produto passou a ser mais acessível. Contudo, a partir de então houve uma série de mudanças aplicadas aos aparelhos, havendo uma verdadeira evolução do celular.

Muitas pessoas lembram com nitidez dos celulares “tijolões”, que assim eram chamados por serem grandes e largos, com teclas relativamente grandes e tela pequena. Ao recordar desse celular, que era comum na metade da década anterior, é impossível não se surpreender em como a evolução da tecnologia aplicada aos dispositivos móveis foi rápida e meteórica.

Isso porque hoje é comum que os celulares possuem funções que vão muito além das atividades básicas de ligações e trocas de mensagens. Atualmente, um celular significa tanto uma ferramenta de conexão com outras pessoas quanto de atividades financeiras, localização, câmera fotográfica e outros.

Além disso, não foram só suas funcionalidades que sofreram alterações, mas também, claro, seu design, pois hoje a grande maioria dos dispositivos móveis possui tela grande e sensível ao toque, dispensando as teclas físicas com números e letras, além de terem pouca espessura (serem estreitos), leves e funcionais.

Confira abaixo uma breve história da evolução dos celulares e confira, também, os aparelhos mais importantes da história dos dispositivos móveis!

evolução do celular

DICA: Conheça os planos de celular do futuro, conheça o maistim.com.br!

Evolução do celular ao longo dos tempos

Embora o desenvolvimento de celulares tenha se iniciado ainda na década de 80, quando se buscava dissociar o uso de dispositivos de comunicação de fios e proximidade à central, sua popularização teve início na primeira década do século XXI.

Até então o uso deles era restrito a grandes executivos e camadas mais abastadas da sociedade, principalmente em países mais desenvolvidos tecnologicamente. Além disso, diferente do que ocorre hoje, não era comum que crianças e adolescentes possuíam um dispositivo móvel próprio, de forma que a ferramenta era restrita ao uso de adultos.

Contudo, a popularização do celular se deu não apenas pelo desenvolvimento de tecnologia, mas pelo surgimento, também, de diversas empresas do ramo.

 Assim, a inserção delas no mercado permitiu o barateamento do produto ante o surgimento de concorrência, assim como a criação de novas marcas fomentava, ao mesmo tempo, a criação de novas ferramentas tecnológicas.

Para ilustrar como a popularização do celular foi astronômica a partir da primeira década dos anos 2000, saiba que o Iphone, celular da marca Apple, teve sua primeira versão lançada apenas 13 anos atrás, ou seja, em 2007. Hoje, a marca já está na sua 11ª versão (além de dezenas de subcategorias) do seu aparelho celular, que é um dos mais procurados no mundo.

Também, o uso da internet móvel não era comum à essa época, quiçá nos anos 80, quando a ferramenta começou lentamente a surgir. Isso pode ser chocante ao se comparar com o atual estado das coisas, em que a conexão das pessoas à internet se dá principalmente por meio do uso de dispositivos móveis.

Com base nessa revolucionária mudança trazida e sofrida, também, pelos aparelhos móveis, separamos para você uma lista com alguns dos principais aspectos que demonstram a evolução do celular ao longo dos tempos.

Aplicativos para filmar a tela do celular

O primeiro aparelho lançado foi o Motorola DynaTAC 8000X, cujo protótipo surgiu ainda na década de 1970, enquanto sua comercialização teve início em 1983. Uma verdadeira revolução para a época.

evolução do celular

Com 33 cm de comprimento, ele possuía 4,5 cm de largura e 8,9 cm de espessura, um exagero para os padrões atuais. Além disso, pesava  794 gramas e possuía tão somente 30 minutos de memória e 1 hora de bateria. Contudo, é necessário lembrar que para os padrões da época ele foi revolucionário, sem ironias.

Já em 1990 ocorreu o lançamento do primeiro celular no Brasil, o Motorola PT- 550, cujo sinal era restrito, à época, ao Rio de Janeiro, eis que as torres de sinais de celular ainda não eram comuns. Com 348 gramas e 22 centímetros de comprimento, ele tinha uma bateria de até 15 horas no modo de espera.

Em 1992, por outro lado, foi lançado o primeiro dispositivo móvel que permitia a troca de SMS que logo iria se popularizar entre os usuários. Seguindo a evolução do celular, em 1994 houve o lançamento do primeiro dispositivo com tela touchscreen, ou seja, sensível ao toque, obviamente com qualidade muito inferior à de hoje, porém surpreendente para a época.

No ano de 1996, por outro lado, houve o lançamento do primeiro celular flip, o Motorola StarTAC.

Já em 1998 houve o lançamento de dois dos modelos que se tornaram mais populares dentre os dispositivos móveis, o Nokia 6160 e 5150, com valores atrativos e em formato “tijolo”. Eles evoluíram para o Nokia 3310 que foi muito popular no início dos anos 2000, inclusive no Brasil.

O primeiro celular com tecnologia Bluetooth, por sua vez, foi lançado como o T36 Ericsson em 2001, mesmo ano de lançamento do primeiro celular com câmera fotográfica, o J-SH04 da Sharp.

A partir de então, os modelos se desenvolveram cada vez mais até chegar ao que temos hoje, celulares com conexão com internet, câmeras de alta resolução, baterias duráveis e diversas outras ferramentas importantes na evolução do celular.